Pages - Menu

SENTIMENTALISMO: Eu preciso da luz que me salva da escuridão


   Enquanto as ultimas folhas que ainda restam nos galhos negros, das árvores do meu quintal, caem, eu fico sentado no meu velho sofá, lendo os últimos capítulos do meu livro de Nabokov e me apaixonando ainda mais pelo enredo de toda a história. Vou dando pausados goles no meu café quente, aproveitando o frio matinal desses últimos dias do outono. Porque tem sido assim essa estação inteira. Dias em que o sol nasce pela janela da cozinha e logo depois nuvens carregadas da chuva gélida flutuam sob a estrela do dia, deixando tudo opaco, transformando aquela imensidão azul anil em cinzas. Com o tempo nostálgico as gotas cintilantes brilham até se colidirem com o chão, molhando a terra e fazendo subir aquele aroma que eu tanto costumava gostar. Mas hoje, não como antes – que adorava sentar no chão e observar aquela chuva toda passar, ver o sol sorrir de novo e esperar aquela aliança multicolor surgir sob minha cabeça- eu não me importo mais. Aquela felicidade toda que se continha em mim quando criança congelou e ficou no pretérito, e tudo que sobrou, invernou. Sem cores nem flores, um necrotério vivo dentro de mim. Ignorância se faz presente quando o medo me invade. As luzes estão apagadas, faço do silêncio um zumbido profundo, e espero um dia sair dessa negritude e conseguir ver novamente o sol entre aquelas fumaças suspensas na atmosfera, e aclamo com seriedade que quando minhas pupilas fitarem o sol, os raios entrarão pela minha alma e descongelarão minha solidão. Enquanto isso, vou observando as redenções dentro das pequenas gotas de água, que cintilam e me fazem elucidar.

12 comentários:

  1. Oi muito obrigado pelo comentário! Espero você mais vezes no blog ;D

    Beijus!

    sweetsecretfantasy.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Ai que texto bem escrito *-* foi você que escreveu? Nossa, você escreve muito bem! Sério, me fez entrar no texto completamente e imaginar como em um daqueles filmes americanos em que a pessoa sai de manhãzinha pra ficar naquela varadinha na frente da casa lendo um bom livro e tomando um gole de café/chocolate quente, ai foi muito bom ler esse texto, me deixou inspirada.

    Beijos!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi essa perspectiva que eu imaginava quando eu escrivia esse texto, fico muito feliz em saber que eu consegui passar a imagem que eu queria! hehe

      Excluir
  3. Estou seguindo, parabéns pelo blog Lucas, tanto o layout, os posts, tudo lindo. Amei, seguindo.
    Mimosa e Dondoca.

    ResponderExcluir
  4. Que texto mais bem escrito e mais lindo. Acho tão linda sua forma de colocar as palavras no texto, fica sempre tão bem escrito e lindo.
    @awnste
    http://www.senhoritaliberdade.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito agradecido em ler esses elogios! hehe

      Excluir
  5. Nossa, gostei muito do texto! Você que escreveu? Se foi, está de parabéns! Conseguiu colocar as palavras de uma forma tão bela e nos deixar tocado com o que está acontecendo, até melhor que muitos autores por ai!
    Adorei o blog!

    Obrigada pelo carinho! Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, são minhas palavras. Melhor que muitos autores por ai? Nossa, eu me sinto verdadeiramente honrado em ler isso, mas não consigo concordar! ): hehe

      Excluir
  6. Que texto lindo! Adorei!
    Você escreve de uma forma linda!
    O blog tá demais e estou seguindo para ficar por dentro das novidades haha
    Adoraria receber sua visita e ficaria muito feliz se seguisse o meu blog também!!
    Beijinhoss!

    ResponderExcluir
  7. Belas palavras, consegui me imaginar "dentro" do texto. Parabéns, e seu blog também é lindo! Beijos.

    http://www.agoraquecresci.com/

    ResponderExcluir